sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

E no final das contas: qual é o verdadeiro prêmio?


  Olá meninas :) 
(Como vocês estão? Faz um tempão que não postamos aqui no blog né? Estava com saudades de vocês!) 

  O ano de 2014 passou (rápido né?) e agora já estamos em 2015, e então eu te perguntou o que mudou na sua vida com Deus? 
  Eu sei que todas nós temos metas, sonhos, queremos realizar muitas coisas, mas do que adianta conseguir tudo isso e não ter a salvação da nossa alma?
  Pensem comigo, Deus quer o melhor para vocês, muito mais do que possam imaginar, e a única coisa que Ele quer é que você reconheça Ele como O Único, o Primeiro de suas vidas.
   Porém, com a correria do dia-a-dia, tarefas, compromissos, muita das vezes você não tem dado a devida importância para sua vida espiritual. E, gente, isto é muito sério!
"Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível."
(1 Coríntios 9:24-25) 
  
    Você, HOJE, tem a chance de escolher o que lutar. Quando alcançamos, conquistamos a salvação, estamos recebendo o bem MAIS PRECIOSO E QUE O MUNDO NÃO CONHECE E NÃO CONHECERÁ, estamos recebendo a coroa incorruptível! Estamos sendo separados, consagrados para o Deus Altíssimo, mas e aí, me diz, que glória maior que essa? Que bem material compra este gozo de ter a CERTEZA DA SALVAÇÃO? De saber que a qualquer momento, se você morrer, vai estar na glória junto com o Pai? Não existe nada comparável a isto! 
  Mas está em suas mãos a decisão. Do que adianta se esforçar, se sacrificar por algo que no final não te garantirá a vida eterna? Não estou dizendo que você vai parar com sua vida, NÃO, não é isto. Entretanto, reveja as suas prioridades. E, um detalhe muito importante: não viva de aparência; de títulos, independentemente de quem você seja: jovem, evangelista, obreira, esposa de pastor, esposa de bispo, enfim, não importa! No final das contas nada disto vai ser contado, e, sim, para quem você entregou VERDADEIRAMENTE A SUA VIDA! 
  Ah, e outra coisa muito importante: não se engane com a frase "... uma vez salvo, salvo para sempre!". NÃO MESMO. Para permanecermos salvos devemos TODOS os dias batalhar para não se perder e se deixar enganar pelo "brilho" do mundo. E por ser um bem tão precioso, é que devemos protegê-lo com todas as nossas forças! 

 Mas no final vai valer a pena, porque este é o verdadeiro prêmio: a salvação da alma.


Deus abençoe a todas vocês!
Stéfani Santos :)




sexta-feira, 11 de julho de 2014

Depois de um tempinho sem postar sobre o #EscolhidasParaOAltar, hoje voltamos com tudo! rs'



Nova York, Milão, Paris ...
 - Todas as mulheres gostam de se arrumar, estarem bonitas e na moda.
Não se pode negar que o mundo nos motiva para isso e que a aparência conta muito nos dias de hoje, talvez até mais do que o talento e a capacidade das pessoas.
Esta é a sociedade em que vivemos, onde as pessoas valem mais pelo que aparentam do que pelo que são, e é aí que muitos têm se perdido, como é o caso de jovens que têm posto sua saúde em risco com dietas rigorosas, a ponto de ficarem desnutridas; uma sociedade onde a competência para ser a mais bonita, a mais bem-vestida, a mais fashion, vale qualquer preço, levando muitas a entrarem em profundo estado de depressão.
Não que seja errado a mulher querer estar bem fisicamente e se cuidar, mas o problema está nos exageros e na fixação.

 - A menina que tem o sonho de ser esposa de um pastor deve saber que suas prioridades não são estas. Além do mais, ela tem a sã consciência de que já renunciou a tudo e não pode depender ou viver em função de si mesma.
Pode acontecer de seu marido ser enviado a pregar a Palavra de Deus em um lugar mais pobre no qual você não terá condição de comprar roupas a todo o momento, nem possuir roupas de marca. Então, se você é muito obcecada com moda, logo seu coração vai se entristecer.

 - Então, saiba que, se você quer servir a Deus no Altar, não vai poder estar sempre na moda, nem comprando coisas.
Por favor, não interpretem mal, não está sendo insinuado que você não vá ter asseio pelo seu corpo, não vá fazer uma dieta caso seja necessário, não vá andar bem-vestida e se alimentar bem ou fazer exercícios, é nossa obrigação cuidar do nosso corpo e da nossa saúde, pois somos templo do Espírito Santo. Só está sendo dito que não poderá viver em função da moda, querer ter tudo, deixar de pagar seus compromissos para poder adquirir uma roupa cara e de marca.

 - A vaidade faz parte da mulher, mas a mulher de Deus sabe ter equilíbrio e não vive em função da sua aparência.
Quando se é extremamente vaidosa e preocupada com a imagem, nos tornamos mulheres obstinadas, e a beleza física passa a ser mais importante que a beleza espiritual. Você já viu um frasco de perfume lindo que só de olhar dá vontade de comprar, mas quando sentimos a fragrância desistimos na hora?
É assim mesmo, você deve ser linda por fora, mas a sua maior beleza é a que você leva por dentro. A verdadeira essência da mulher está em seu interior.

" Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que tema ao Senhor essa será louvada."
( Provérbios 31.30)

 - AlineP.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

#EscolhidaParaOAltar: Remando contra a maré



 Quando Deus me escolheu para servi-Lo no Altar, eu era jovem e inexperiente, mas de uma coisa eu estava segura: que Deus era comigo e que eu queria ganhar almas e ser usada por Ele. Nesse momento meu coração se alegrou muitíssimo, pois meu desejo de servir era minha prioridade.

  Para minha família foi uma surpresa, eles não esperavam tal notícia, creio que nunca imaginaram tal coisa. Lembro-me que na época ninguém me apoiou. Meus pais e minha irmã não podiam conceber a ideia que eu poderia viajar para um lugar distante, ficando longe deles; o que realmente aconteceu.

  As únicas palavras que gostaria de receber naquele momento eram: "Vá com Deus, minha filha, te dou a minha bênção". Porém, o tempo todo escutei: "Não vá, fique conosco". Sei que era por amor, pois sempre fomos muito apegados, mas naquele momento queria muito sentir o apoio e a aprovação da minha família, para que minha alegria fosse completa.
  
  Existem momentos na nossa vida que somos levadas a fazer uma escolha. E normalmente, quando essa escolha está relacionada com os sentimentos como no casa da família, a batalha interior é dolorosa. Nunca é fácil, quando se tem que escolher entre as coisas que amamos. Mas quando Deus está em primeiro lugar em nossa vida, sempre sabemos o que escolher, e Deus nos dá a força necessária par seguir, e nos envolve com um amor grandioso que supre qualquer necessidade da nossa alma.

  É muito fácil agir quando tudo está a seu favor, quando todos te apoiam, te compreendem, mas, e quando não há ninguém do seu lado?

 Você segue firme na sua fé, no seu chamado ou você duvida? Você atua e vai em frente, ou você recua? 

  A jovem que tem um laço muito forte com os pais e não consegue desenvolver uma independência, nunca terá coragem de deixar sua família para servir a Deus. 

  Eu tenho uma amiga que sempre foi muito apegada aos pais e sua família; ela é a única menina. Os pais dela a educaram e incentivaram-na a se formar e construir uma carreira que a realizasse profissionalmente; esta era a meta, o sonho dela. Isto até que sua família entrou para a igreja e a minha amiga teve o encontro dela com Deus.

  Então tudo mudou, o sonho dela passou a ser o Altar e a sua meta era ganhar almas para Deus. O choque e os conflitos com a sua família foram inevitáveis, e tudo piorou quando ela seguiu o chamado de Deus e foi para o Altar.

  Então seu pais abandonaram a igreja, e ela ficou sozinha na fé. A família não a acompanhou no dia do casamento dela; o dia que era um dos mais lindos da sua vida, no qual toda jovem noiva sonha que seu pai a entregue no altar ao noivo, e que a mãe dê os últimos toques no vestido, ela estava sozinha. Mas o amor que ela sentia por Deus e pelas almas não a deixou olhar para trás. Ela segui firme e a sua vida passou a ser o Altar de Deus e servi-Lo sem vacilar em nenhum momento, porque ela sabia que eles não podiam dar para ela o que Deus dava. 

  Os anos se passaram e Deus também foi fiel com ela, convertendo os seus pais e fazendo deles pessoas de Deus, que hoje são felizes porque ela está no Altar, servindo ao Senhor. Se somos fiéis ao chamado de Deus, Ele também é fiel para com os que O servem.

  Tome em conta que o chamado de Deus é algo íntimo e pessoal, ele é dirigido a você e não a sua família; então é natural que ela não compreenda, não te apoie, tenha outros planos para a sua vida. É neste momento que entre a fé e a coragem: você tem convicção de que Deus vai cuidar de tudo e não tem medo, pois está segura de que é uma escolhida. 

"E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais, e herdará a vida eterna"
(Mateus 19.29)

Que Deus abençoe a todas vocês!
Stéfani Santos. 

quarta-feira, 25 de junho de 2014

#EscolhidaParaOAltar: Amigas para sempre


  Quando cheguei à igreja, tinha muitas amigas da escola, outras que moravam perto da minha casa e algumas amigas de infância. O tempo foi passando e comecei a me dar conta de que os meus pensamentos não eram mais iguais aos delas. As nossas conversas já não eram de acordo com a  minha fé, ps desejos tampouco e muito menos os planos para o futuro. O que eu falava não era interessante para elas, e a conversa delas tampouco para mim. 

  Eu as apreciava, mas havia algo que não encaixava mais, não conseguia sentir prazer no que sempre fazíamos antes. Passar horas com elas já não me parecia tão prazeroso, e deixar de ir à igreja domingo para passear, nem pensar!

  Assim, comecei a buscar na igreja minhas novas amizades. Como queria ser obreira, me juntava com as meninas do grupo da evangelização e buscava aprender o mais que podia, para crescer espiritualmente, afinal de contas elas também queriam servir a Deus. Então poderíamos compartilhar  nossos sonhos, nossa fé, falar de temas espirituais que nos edificavam e ajudar umas as outras. 

  Às vezes você tem o desejo de servir ao Senhor, ou ser uma mulher de Deus, mas você só se junta com pessoas que não essa mesma visão, pelo contrário, só te criticam, fazem você duvidar, te incentivam a fazer coisas erradas; ou seja, elas não poderão acrescentar nada em sua vida espiritual. Você vai continuar dividida e talvez influenciada por uma pessoa que não crê no seu Deus, que não comparte da sua fé, cujo pensamento está voltado para o mundo. 

  Escolha suas amizades com sabedoria, elas são preciosas quando nos abençoa, e não quando nos destroem. 

  Ainda dentro da igreja, veja quem são suas amigas, pois infelizmente há pessoas dentro da própria igreja que são uma má influencia, não são espirituais e contaminam aqueles que realmente querem servir e agradar a Deus. 

"Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus"
(Tiago 4.4) 

Que Deus abençoe a todas vocês.
- Stéfani Santos.

domingo, 22 de junho de 2014

#EscolhidasParaOAltar
ENTRE O ÁTRIO E O ALTAR

  - Como saber se é isto mesmo o que eu quero, pois é uma decisão muito séria; às vezes eu sinto um desejo enorme de servir a Deus no Altar, mas outras parece que não estou muito certa disso."

Se esse tem sido o seu pensamento, você tem de verificar quais são seus verdadeiros desejos e objetivos, o que a faz sentir feliz e realizada.
Nem todas as que querem servir a Deus são escolhidas para o Altar. Este é um lugar de sacrifício, de renúncia, onde a sua vida estará 24 horas ao serviço de Deus; é uma oferta viva. Os seus sonhos, e as suas metas pessoais deixam de existir, e o seu maior desejo passa a ser o desejo de Deus, que é salvar as almas.

Se você é uma pessoa que tem projetos pessoais para o futuro, quer ter sua profissão, crescer financeiramente, viajar, possuir bens materiais, então o Altar não é o seu objetivo. Você pode servir a Deus no átrio, com as suas ofertas e dízimos, ajudando na evangelização, limpando a igreja, etc. Neste caso, você vai dedicar parte da sua vida para a obra de Deus, não a sua vida completa.

Se você sente saudades da vida que tinha antes de estar na igreja, ou seja, saudades do mundo, do seu passado, este é outro sinal de que você não está preparada.
Por este motivo vemos pessoas abandonando a obra de Deus. Na verdade, elas sempre viveram nessa confusão, dentro delas nunca houve uma certeza, uma convicção, pois a fascinação do mundo as atraem fácil, e o diabo acaba por derrubá-las.

Uma coisa é certa, se a pessoa não tem o chamado para o Altar, ela pode até querer entrar na obra, mas não dará frutos espirituais. Com o tempo, realizar a obra de Deus será como um peso na sua vida, porque a emoção que a levou a entrar na obra de Deus acaba, e o pior de tudo é que gerará filhos da carne. Por outro lado, aquelas a quem Deus chama, mas querem resistir ao Seu chamado, podem tentar ser felizes fazendo outras coisas, mas nada dará certo, pois quem poderá fugir de Deus?

Quem tem o chamado para o Altar não se imagina fazendo qualquer outra coisa que não seja servir a Deus. É separado por Ele e para Ele, assim como foi a tribo de Levi, que foi separada das demais tribos para servir única e exclusivamente ao Senhor. Ah, que privilégio!

Veja bem se o Altar é o maior desejo em sua vida ou se o mundo ainda te atrai e seduz.
" Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará."
( João 12.26)

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Para que lado pesa a sua balança: para carne ou para o Espírito? #JejumdeJesus


“Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou.”
(2 Timóteo 2.4)

  Será que neste Jejum de Jesus você tem realmente sacrificado o seu melhor? E não refiro à questão financeira, mas sim a espiritual. O Jejum de Jesus veio para que possamos passar 40 dias em plena comunhão com Deus, mas será que eu e você temos feito isso corretamente? Será que a sua balança tem pendido mais para desejos carnais do que para a vida espiritual?

  Você pode até pensar como assim, eu leio os blogs, ouço a rádio, ouço músicas cristãs, estou lendo livros da IURD, o que mais tenho que fazer? Minha amiga, em tudo o que eu citei a você está faltando uma coisa muito importante que é a COMUNICAÇÃO! Como poderemos nos expressar para alguém se nem falamos com ela ao acordar, ao receber uma notícia boa, principalmente se essa pessoa for Jesus, pense como é que ele se sente, ele te estende à mão todos os dias, será que você tem percebido.
Agora eu quero que você reflita. Quem você tem sido: amiga ou inimiga de Jesus? Observe que quem é amiga procura sempre agradá-Lo em tudo o que faz!

  Deixo esse vídeo para você pensar melhor sobre isso.

- Stéfani Santos. 

quarta-feira, 18 de junho de 2014

#EscolhidaParaOAltar : Injustiças

Olá meninas, a partir de agora eu (Stéfani), darei continuamento a série #EscolhidaParaOAltar. Peço que me perdoem mesmo pela demora, o tempo tem estado super curto. Enfim, estão prontas?



  Quando uma injustiça é cometida, logo temos o impulso de querer resolver o problema, falar, explicar e deixar tudo em "pratos limpos". É difícil ver ou sofrer na própria pele a dor da injustiça, sem fazer nada a respeito. 
  
  Na obra de Deus também podem acontecer injustiças. O homem de Deus não é adivinho e pode cometer um erro de forma inconsciente por não ter o conhecimento total da situação. Ou até mesmo que alguém cometa uma injustiça com má-fé, nada podemos fazer a não ser esperar e confiar na intervenção de Deus.
  
  Sempre que queremos resolver algo pela força do braço, acabamos por piorar a situação. E, neste momento em que nossa confiança e paciência estão sendo provadas, deixamos a desejar, por manifestarmos uma intranquilidade de espírito e entrar em desespero. 

  Se alguma vez você for pisada ou injustiçada por algum motivo, mas a sua vida estiver no Altar, pode ter certeza que Deus irá defendê-la. E como conhecer o poder da justiça de Deus, sem antes ter conhecido a injustiça? Só quem foi injustiçado sabe o que é a justiça!

  Muitas pessoas já abandonaram a fé e a obra de Deus por injustiças que logo foram esclarecidas. Mas essas pessoas já tinham tomada sia decisão, ou seja, não souberam esperar. 

  Temos um grande exemplo bíblico: José do Egito. Ele foi vendido como escravo pelos próprios irmãos depois de estar num país estrangeiro e se tornar propriedade de um estranho, foi acusado falsamente por uma mulher de querer estuprá-la, quando. na verdade, ela havia tentado seduzi-lo, e ele não cedeu aos desejos dela. Assim, ele foi preso injustamente e abandonado, mas Deus era com José e sabemos como o livrou e o colocou como governador do Egito. Imaginem só: de escravo a governador; como é bom esperar em Deus!

  Não tente provar sua inocência, o Senhor Jesus é o seu advogado, e não existe outro mais capacitado. Ele sabe melhor do que ninguém o que é a injustiça; Ele te entende e tem prazer em defender os Seus escolhidos. Dobre os seus joelhos e se fortaleça no Senhor, pois Ele é o nosso justo juiz. 

  "Longe de ti o fazeres tal coisa, matares o justo com o ímpio, como se o justo fosse igual ao ímpio; longe de ti. Não fará justiça o juiz de toda a terra?"
(Gênesis 18.25)

  Agora você entende a importância do novo nascimento? Como uma pessoa que não é batizada com o Espírito Santo poderá suportar os desertos, as tribulações e as injustiças que todo homem e mulher de Deus têm de enfrentar?

Que Deus abençoe à todas vocês!
- Stéfani Santos. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...